Regulamento do Desafio BP Segurança ao Segundo

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

 

Artigo 1.º

(Objeto)

 

 

  1. O Desafio  “BP Segurança ao Segundo” é uma iniciativa da BP Portugal, (adiante BP), em parceria com Automóvel Club de Portugal (adiante ACP) a Forum Estudante (adiante FE), a Associação Salvador (adiante AS) , e com o apoio institucional da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (adiante ANSR)  que visa promover a prevenção e segurança rodoviária para estudantes do ensino secundário, através da criação de cartazes e spots de vídeo alusivos ao tema.

 

Artigo 2.º

(Condições de participação)

 

  1. O presente concurso é dirigido a todas as escolas com ensino básico, secundário ou profissional, públicas ou privadas.
  2. Podem participar no presente concurso estudantes do 9º ao 12º anos de escolaridade e do ensino profissional, residentes em Portugal.
  3. A participação no presente concurso é feita através de equipas de 10 elementos, estudantes da mesma escola, coordenados por um professor responsável.
  4. Cada escola pode apresentar a concurso até 3 equipas, aceites por ordem de inscrição.
  5. Para concorrer, cada equipa deverá criar um cartaz, original, que transmita uma mensagem, explícita ou implícita, sobre prevenção e segurança rodoviária, subordinada a um dos temas chave -  5 prinicipais causas de acidentes rodoviários no nosso País:
    • Condução sob o efeito de álcool ou drogas;
    • Velocidade excessiva;
    • Uso de telemóvel;
    • Uso de cinto de segurança;
    • Fadiga ou cansaço
  6. A participação só é válida após a inscrição da equipa e envio do cartaz em formato digital no site www.bpsegurancaaosegundo.pt
  7. Os cartazes enviados devem ter uma resolução não inferior a A4 com 300dpi
  8. Os concorrentes são responsáveis pela originalidade da proposta apresentada, garantem a sua autoria e assumem toda a responsabilidade decorrente de eventuais reclamações de terceiros relativamente a direitos de autor e direitos conexos.
  9. Um professor pode ser responsável por mais do que uma equipa.
  10. Cada equipa concorrerá em representação da sua escola, devendo obter a autorização da Direção da Escola para este efeito.
  11. A utilização dos materiais cuja criação está prevista no nº1 do artº 1, inclui nomeadamente a divulgação, a publicação pela imprensa ou por qualquer outro meio de reprodução gráfica, a exposição em público, a fixação, a distribuição, a difusão por qualquer processo de reprodução de sinais, sons ou imagens, a adaptação ao suporte material, o arranjo ou qualquer outra transformação, a utilização em obra diferente, a reprodução, direta ou indireta, temporária ou permanente, por quaisquer meios e sob qualquer forma, no todo ou em parte, e a colocação à disposição do público, por forma a torná-la acessível a qualquer pessoa a partir do local e no momento por ela escolhido.
  12. A participação no presente Desafio, mediante a apresentação de uma proposta, importa a aceitação integral das condições constantes do presente Regulamento.
  13. A utilização das propostas selecionadas e vencedoras para os fins constantes do presente Regulamento, não confere ao(s) respetivo(s) autor(es) o direito a qualquer prestação suplementar de natureza pecuniária ou outra, constituindo-se os direitos de autor originariamente na esfera jurídica da BP.

 

Artigo 3.º

(Requisitos essenciais das propostas)

 

  1. As propostas terão obrigatoriamente de ser inéditas e originais.
  2. As propostas de ter no mínimo tamanho A4 com uma resolução de 300 dpi em formato PDF, JPEG, ou EPS.
  3. As propostas podem ser realizadas em técnicas manuais ou digitais, mas no primeiro caso, terão sempre de ser submetidas em formato digital, através da sua digitalização para um dos formatos referidos no ponto anterior.

 

Artigo 4º

(Apuramento dos finalistas)

 

  1. As propostas a concurso serão votadas publicamente na plataforma online de suporte ao concurso.
  2. Será apurada a equipa mais votada em cada distrito, num total de 18 equipas.
  3. Serão ainda escolhidas 6 equipas pelo júri BP Segurança ao Segundo, fazendo o total de 24 semifinalistas
  4. Às 24 equipas semifinalistas será atribuído por sorteio, um dos 5 temas referidos no ponto 5 do art.2º e cada uma terá de trabalhar num storyboard para o spot vídeo sobre o tema.
  5. As 24 equipas serão acompanhadas nesta fase pelo Diretor Criativo do Desafio BP Segurança ao Segundo, que em interação com o Professor Coordenador da Escola, assegura a orientação para o trabalho final a apresentar
  6. O júri “BP Segurança ao Segundo” avaliará os 24 storyboards e selecionará o melhor trabalhos de cada um dos 5 temas, cujas equipas serão as 5 finalistas do BP Segurança ao Segundo 2014. As equipas com os 5 segundos melhores trabalhos, constituirão as equipas suplentes. Os critérios de seleção do Juri são:
    • Criatividade
    • Eficácia na Comunicação do tema escolhido
    • Adequação da mensagem ao público-alvo

 

Artigo 5º

(Final Nacional)

 

  1. As 5 equipas finalistas apuradas, disputarão a Final Nacional do Desafio “BP Segurança ao Segundo”.
  2. A Final Nacional do Desafio “BP Segurança ao Segundo”, será disputada em Braga, integrada no evento “Capital Jovem da Segurança Rodoviária”.
  3. As equipas finalistas terão o desafio de, num dia, criar de raiz, um spot vídeo de 30’’ sobre o tema que desenvolveram em storyboard, na fase anterior.
  4. A organização do Desafio “BP Segurança ao Segundo” terá ao dispor de cada equipa concorrente, os meios técnicos e humanos necessários à realização do spot e acompanhará todo o trabalho, desde a escolha do local de filmagem, até à edição e pós-produção vídeo.
  5. A organização assegurará a cada equipa concorrente alojamento e alimentação, devendo a viagem até Braga ficar a cargo de cada equipa.
  6. O júri “BP Segurança ao Segundo” visionará e avaliará todos os vídeos e determinará a classificação.
  7. Da decisão do júri não há recurso.

 

Artigo 6.º

(Júri do Concurso)

 

  1. O júri do Desafio “BP Segurança ao Segundo” será constituído por membros das instituições dinamizadoras do mesmo, nomeadamente, BP, ACP, FE, AS, ANSR, bem como demais entidades parceiras e outras que a organização entender convidar.
  2. Cabe exclusivamente ao Júri do concurso a definição da metodologia e dos critérios a adotar na avaliação das propostas a selecionar.
  3. As decisões do Júri do concurso são tomadas por maioria, não havendo recurso nem reclamação das mesmas.

 

Artigo 7.º

(Prémios)

 

  1. Os prémios a atribuir às equipas, seus elementos e professores coordenadores, após decisão do júri, são os seguintes:
    1. Equipa vencedora - Anuncio publicitário emitido na SIC e SIC Radical, bilhetes de 3 dias para Festival de Verão, para os 10 elementos da equipa e Troféu BP Segurança ao Segundo
    2. Equipa classificada em 2º lugar - Bilhetes de 2 dias para Festival de Verão, para os 10 elementos da equipa e Troféu BP Segurança ao Segundo
    3. Equipa classificada em 3º lugar - Bilhetes de 1 dia para Festival de Verão, para os 10 elementos da equipa e Troféu BP Segurança ao Segundo
    4. Equipa classificada em 4º lugar - Troféu BP Segurança ao Segundo
    5. Equipa classificada em 5º lugar - Troféu BP Segurança ao Segundo

  2. O professor coordenador de cada uma das três primeiras equipas terá como prémio:
    1. 1º lugar - 300 lts combustível
    2. 2º lugar - 250 lts combustível
    3. 3º lugar- 200 lts combustível

 

Artigo 8.º

(Calendário do concurso e divulgação)

 

  1. O calendário para as diferentes etapas do concurso é o seguinte:
    1. Início do Concurso: 16 Janeiro
    2. Data limite de entrega das propostas: 7 Março (24h.)
    3. Data limite para a votação pública: 11 Abril (24h.)
    4. Sorteio dos temas para desenvolvimento do storyboard: 14 Abril
    5. Data limite de entrega dos storyboards: 28 Abril
    6. Data de apuramento de finalistas: 9 Maio
    7. Data do desafio final: 20 maio

   braga  apan